Conheça as etapas do Ciclo da Vida Financeira

post-servicoop-ciclo-vida-financeiraPara conseguir realizar mudanças na sua forma de relação com o dinheiro, que tal entendermos em qual fase do ciclo de vida financeira nós estamos? O ciclo de vida financeira consiste em quatro fases básicas: ganhar, poupar, investir e usufruir. O correto entendimento do dinheiro e dos instrumentos financeiros se tornou uma ferramenta essencial para assegurar o desenvolvimento e a qualidade de vida de famílias e de indivíduos.

1) Ganhar (ou fazer dinheiro)

Apesar de comumente, no português, utilizarmos a expressão “ganhar dinheiro”, o termo em inglês “make money”, que pode ser traduzido por “fazer dinheiro”, dá mais a ideia do que queremos passar aqui. A intenção é pensar em formas ativas de gerar renda, ser remunerado pelos nossos talentos e aptidões naturais.

Como numa empresa, as pessoas precisam atentar para a necessidade de entrada de dinheiro. Isto é feito através da remuneração pelo salário, renda de investimentos, royalties de criações anteriores etc.

2) Poupar

Receita para ser rico: gaste menos do que ganha e invista a diferença. Quantas vezes você já ouviu esse conselho? E por que é tão difícil colocar em prática?Para a efetivação da organização financeira, é fundamental que você consiga equilibrar o dinheiro que você consegue fazer e o que gasta, fazendo com que haja sobra.

Claro que não podemos reduzir a zero as despesas, mas podemos trabalhar isso de forma mais inteligente, não é? Renegocie as dívidas para parar de pagar juros com as dívidas no cartão de crédito, aproveite bem as roupas que tem antes de comprar mais, foque no que é importante. Enfim, utilize mais a sua inteligência financeira!

3) Investir

E o que fazer com o dinheiro que sobrar? O objetivo é saber como fazer o dinheiro trabalhar a seu favor, conceito explorado por Robert Kiyosaki no livro “Pai Rico, Pai Pobre”.

As taxas de juros do cheque especial (o limite extra da conta corrente no banco) subiram para uma média de 11,49% ao mês, segundo uma pesquisa divulgada do Procon-SP. Por outro lado, a Poupança, única aplicação da maioria dos brasileiros, tem a mais baixa remuneração da história, algo em torno de 0,5% ao mês. Mas há diversas modalidades de investimentos que remuneram o dobro, e estão acessíveis ao pequeno investidor. Será através desses investimentos que você vai aumentar o seu patrimônio.

4) Usufruir

Chegou a hora de colher os frutos! Algumas pessoas acreditam que, ao tratarmos de finanças pessoais, iremos simplesmente cortar gastos. Essa é uma fase importante do processo, mas a educação financeira nos mostra que, quando formos capazes de diferenciar o “eu quero” do “eu preciso”, automaticamente estaremos priorizando o que é importante para nós.

Se você chegou ao seu objetivo, aproveite!

* Leila Ghiorzi é coach financeira formada pelo Instituto Coaching Financeiro (ICF-RJ). Possui formação complementar em Investimentos e Intermediação Financeira pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e formação executiva em Finanças Corporativas pela Universidade Cândido Mendes (UCAM). Planeja mudar o mundo com feminismo, educação financeira, amor e Beatles.

Leia também

post-servicoop-historia-cartoes-credito
Uma breve história sobre a criação dos cartões de crédito

Para apreciar completamente a conveniência moderna do cartão de crédito, simplesmente insira o seu cartão na maquininha e faça uma reflexão, enquanto ele processa. Considere o que ele substituiu e como a praticidade que oferece revolucionou a nossa interação com o dinheiro. Antes do plástico, o dinheiro como meio de troca de bens e serviços […]

post-servicoop-cuidados-para-evitar-falencia
Cuidados básicos para evitar a falência

A ideia de falência assusta muita gente, porque é dura e realista. Afinal de contas, ninguém quer trabalhar ou herdar um dinheiro para não aproveitá-lo futuramente. Ou até falir no primeiro ano de riqueza. Mas me responda: por que muitos ricaços acabam falidos? Qual é o problema deles? É má administração do dinheiro? Golpe? Má […]