Confira os três primeiros passos para sair das dívidas!

post-dividas1) Descubra onde você está

É doloroso ver onde a gente está, com tantas dívidas e contas se acumulando. Mas quanto mais você negligenciá-los, pior  vai ficar. Não tem fórmula mágica, infelizmente. Para você conseguir sair, você tem que saber onde está.

Faça uma lista das suas dívidas, registrando a taxa de juros (que é quanto você paga pelo dinheiro que deve), o número total de prestações, o número de prestações atrasadas, o número de prestações a vencer, o valor da prestação e o saldo devedor. Essa lista será importante para você escolher o que resolver primeiro.

2) Descubra para onde você quer ir

 Ok, você quer se livrar das dívidas. Mas o que isso significa? Pense em como você quer se sentir a partir de agora. Delimite datas realistas, e anote suas decisões. Você pode escolher renegociar as dívidas e seguir com os parcelamentos. Ou pode decidir que quer pagar tudo de uma só vez e não mais ficar com contas no cartão de crédito. Ou decidir que quer eliminar as dívidas e ainda fazer sobrar um dinheiro para não mais comprar a crédito. Ou para investir. Você é quem sabe, apenas decida e estabeleça uma data limite.

3) Trace um plano

Com o objetivo definido no passo #2, volte à lista do passo #1 e organize as dívidas de acordo com a prioridade. Uma dica é colocar em prioridade máxima as dívidas com taxas de juros mais altas. Eu sei, nem sempre isso é possível. Nesse caso, vale uma conversa com o credor (a instituição ou pessoa para quem você está devendo) sobre o seu desejo de pagar, mas sua impossibilidade no momento. Com certeza você irá conseguir uma boa negociação com ele.

A partir da lista organizada por prioridades, chegou a hora de ir eliminando uma a uma até atingir seu objetivo. Vá aos poucos e comemore os sucessos! Foco e boa sorte!

Fonte: Leila Ghiorzi, coach financeira com formação complementar em investimentos e intermediação financeira. Autora do projeto É da Minha Conta.

Leia também

post-endividamento
Evite as principais causas do endividamento

Uma pesquisa realizada pelo Banco Central do Brasil revelou as causas principais para o endividamento, segundo os próprios consumidores: 1) Fatos inesperados Ocorrências como perda de emprego e renda, doença própria e/ou de familiares, morte do responsável pela maior parte da renda familiar, gravidez não programada ou separação conjugal levam as pessoas a não conseguirem […]

Afinal, como funciona o cooperativismo?

A SERVICOOP há 17 anos traz vantagens para seus associados através do sistema cooperativista, mas, afinal, o que é o cooperativismo? Em linhas gerais, é um movimento e modelo socioeconômico capaz de unir bem-estar social e desenvolvimento na participação democrática, na solidariedade, na independência e na autonomia. Mais do que isso: É organizada sob forma […]